12.02.2020 | 13h:22
Tamanho do texto A - A+

Vereadores aprovam relatório pela cassação de Abílio

O relatório do processo de quebra de decoro parlamentar, contra o vereador, foi lido e votado durante reunião na manhã desta quarta-feira (12)

RAUL BRADOCK

RAFAEL MACHADO

Por unanimidade, a Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá aprovou o relatório favorável à cassação do mandato do vereador Abílio Júnior (PSC) por quebra de decoro parlamentar.

O presidente, Toninho de Souza (PSD), e membro da Comissão, Vinicyus Hugueney (Progressista) seguiram o parecer do relator Ricardo Saad (PSDB), que foi lido e votado durante reunião na manhã desta quarta-feira (12).  

A Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá instaurou o processo disciplinar para apurar uma representação feita pelo suplente de Abílio, o ex-vereador Oséas Machado (PSC), “em virtude de ter praticado de forma reiterada e conscientemente atos incompatíveis como decoro parlamentar, por abuso de prerrogativas constitucionais asseguradas ao vereador”.

Após a votação na Comissão, o relatório será encaminhado para Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), que terá o prazo de 15 dias para analisar e emitir parecer.