06.11.2019 | 14h:42
Tamanho do texto A - A+

Toninho de Souza: Comissão de Ética não recebeu denúncia contra Adevair

DA REDAÇÃO

RAFAEL MACHADO

O presidente da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá, vereador Toninho de Souza (PSD) disse que ainda não recebeu nenhuma representação contra o vereador Adevair Cabral (PSDB).

O tucano foi acusado de assédio sexual contra uma ex-servidora da Saúde de Cuiabá.

Segundo Toninho, caso alguma denúncia seja protocolada, o trabalho da comissão será de absoluta isenção.

“Qualquer um que se sentir prejudicado tem o dever de representar. Em relação ao vereador Adevair Cabral não houve nenhuma representação até o momento. Nem daquilo que está no Ministério Público, que aconteceu na Aspe [Associação dos Servidores da Prefeitura de Cuiabá], e muito menos do fato relacionado a essa servidora”, destacou.

“Se chegar algo assim, como estamos investigando o vereador Abílio [Júnior, PSC], como investigamos outros vereadores, faremos o nosso trabalho com absoluta isenção e com absoluta responsabilidade”, ponderou.

“Se chegar algo assim, como estamos investigando o vereador Abílio [Júnior, PSC], como investigamos outros vereadores, faremos o nosso trabalho com absoluta isenção e com absoluta responsabilidade”, ponderou.

Na sessão desta terça, Abílio usou a tribuna para relatar que uma servidora havia denunciado o vereador por assédio sexual.

Em entrevista ao RepórterMT, o tucano disse que está sendo vítima de perseguição política e que vai representar criminalmente Abílio por calúnia e difamação.

Ele negou que tenha cometido o crime e ainda garantiu que não há qualquer investigação contra ele, movida no Ministério Público do Estado (MPE), sobre acusações de favorecimento à prostituição, exploração sexual de vulnerável e crime contra criança e adolescente.

Veja a entrevista aqui.