03.12.2019 | 15h:40
Tamanho do texto A - A+

Ferrovia trará cerveja e eletrodomésticos mais baratos para Cuiabá

O planejamento é que a Ferrovia seja instalada em Cuiabá no prazo de 3 a cinco anos, o que deve mudar a economia do Estado.

DA REDAÇÃO

MÁRCIA MATOS

Em entrevista ao RepórterMT, Francisco Vuolo, que é presidente do Fórum Pró-Ferrovia Vicente Vuolo afirma que a ampliação da malha ferroviária da empresa Rumo, que detém a concessão o transporte ferroviário em Mato Grosso, deve garantir que os trilhos cheguem à Capital Cuiabá em um prazo de três a cinco anos.

A construção de um terminal ferroviário em Cuiabá vai permitir que o preço de todos os produtos que chegarem pela ferrovia sejam mais baratos, inclusive eletrodomésticos, frutas, legumes, material de construção e até produtos de higiene pessoal e cerveja.

O menor custo dos produtos deve ocorrer porque o frete no transporte ferroviário é bem mais barato do que o frete de carretas e caminhões. Estes, devem continuar a fazer fretes no Estado, mas em menor distância.

Vuolo que acompanha a implantação da ferrovia, idealizada pelo pai dele, destaca que há, inclusive a possibilidade de futuramente, ser implantado um vagão para transporte de passageiros.

Após a chegada da ferrovia em Cuiabá, o planejamento é estender essa malha viária até Sorriso (400 km da Capital), onde o forte do modal será o escoamento das safras.

Veja a entrevista: