Exibido em: 11.10.2019
CUSTO EM QUESTÃO

Mauro: Não tenho paixão nenhuma pelo VLT; tenho que entregar uma solução que pare de pé

Conexão Poder

DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) afirma em entrevista ao Conexão Poder, que realmente o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) não anda um metro, em Cuiabá e Várzea Grande, nesse seu primeiro ano de mandato no Governo do Estado e argumenta que trabalha em decisão técnica e sem “rami-rami” para ter uma solução viável.

Eu não tenho paixão nenhuma pelo VLT e não tenho nada contra o VLT. Eu tenho que entregar uma solução que pare de pé. Eu não vou ficar mentindo para a sociedade. Porque quantas vezes foi anunciada a retomada da obra do VLT no Governo anterior? Seis vezes foi anunciada pela imprensa nos jornais que a obra seria retomada em 30 dias. Retomou? Não e então vocês não verão uma mentira minha aí”, declarou Mendes.

“Contratamos agora uma atualização da tarifa, porque tem gente que diz que quer VLT, mas não sabe a realidade. Fala: Eu quero ir para a Disney, mas e tem ‘bala’ para ir para a Disney?", compara Mendes.

Há meses o Governo do Estado, junto ao Governo Federal, faz estudos da viabilidade do modal e o custo dessa operacionalização.

“Contratamos agora uma atualização da tarifa, porque tem gente que diz que quer VLT, mas não sabe a realidade. Fala: Eu quero ir para a Disney, mas e tem ‘bala’ para ir para a Disney? Eu quero fazer uma viagem pela Europa. Todo mundo quer. Queria passar 60 dias no Nordeste, em um resort. Todo mundo quer. Então quanto vai custar verdadeiramente isso? Quanto vai custar a tarifa? De onde vai sair a grana para pagar tudo isso?”, comentou.

Mendes disse ainda que não se importa com provocações políticas a respeito pois não faz gestão “baseado em conversa fiada”.

 “O que eu vou dizer se é viável ou inviável eu vou mostrar em números que possam ser analisados e que possam ser questionados e ao final esses números vão mostrar qual a melhor decisão”.

 

Veja o vídeo