Exibido em: 30.11.2019
RECEITOU FOCO

Emanuel: Tem que agarrar no chifre do boi para terminar o VLT

Conexão Poder

DA REDAÇÃO

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) voltou a defender a conclusão da obra do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), em Cuiabá e Várzea Grande, desta vez, como além de modal de transporte, mas sim matriz de desenvolvimento para a região metropolitana.

“Não temos recursos próprios para poder tocar essas obras, da envergadura de um Hospital Central de Cuiabá, de um VLT. Nós precisamos de articulação política, de apoio da bancada federal, de apoio do Governo Federal ou de uma Parceria Público Privada (PPP) e isso demanda projeto, tempo, articulação e planejamento, senão não sai”, declarou em entrevista ao Conexão Poder.

Emanuel ainda usou seu próprio exemplo de gestão da obra e inauguração do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) para indicar ao governador Mauro Mendes (DEM), que tome para si o compromisso com o VLT.

 “Um bilhão de reais você vai pagar isso a vida inteira? Uma geração de cuiabanos vai ficar pagando uma obra que não serviu pra nada? Que está largada aí. Tem que ser dada uma decisão sobe o VLT e essa é a melhor decisão: agarrar no chifre do boi, superar as dificuldades e fazer. Isso é foco, determinação é ir para dentro”, destacou.

No Conexão Poder, o emedebista ainda detalha que o Estado tem, segundo ele, dinheiro em conta para concluir a obra da central de operações em Várzea Grande, até a Ponte Júlio Muller, que faz divisa com a Capital e sugere que o demais venha de indicações da bancada federal ou PPP.

Segundo o emedebista, apesar de sua gestão ter colocado gramado e palmeiras nos canteiros do VLT, toda a estrutura pode ser removida sem danos para os trilhos.

Veja o vídeo: