Exibido em: 25.03.2020
PANDEMIA ECONÔMICA

CDL: "É preciso aprender a conviver com o vírus; não morrer com o vírus"

Setor quer a reabertura das lojas, mantendo medidas de prevenção e isolamento de funcionários em grupo de risco.

RepórterMT

DA REDAÇÃO

Diante das medidas de flexibilização em Mato Grosso para o funcionamento de estabelecimentos, durante a pandemia do Coronavírus, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá, Nelson Soares Júnior defendeu, em entrevista ao Conexão Poder, um entendimento dos governantes para que haja sobrevivência econômica.

“Eu acredito que a gente vai encontrar um rumo de conviver com o vírus e não morrer com o vírus. Temos que aprender a conviver com ele e tomar medidas que contenham o mínimo do cotidiano da pessoas”, declarou.

O presidente comentou que busca sensibilizar os governantes para que  o setor possa voltar ao trabalho, mantendo medidas de prevenção e deixando em isolamento apenas funcionários do grupo de risco.

Ele argumenta que as restrições causadas pela pandemia não irão durar apenas 15 dias, portanto, é preciso flexibilizar.

“O que nós precisamos é que quem não está no grupo de risco volte à atividade normal. Fazendo todas as medidas de prevenção como estamos fazendo, independente da pessoa não estar em grupo de risco. Vai ter distanciamento, vai ter higienização, vai ter limitação de clientes, vai ter tudo, mas quem tem que ficar isolado é quem está no grupo de risco”, declarou.

Sem essa flexibilização, a estimativa econômica, segundo o presidente, é de caos.

“Vamos ter um caos ali na frente porque estão todos começando a demitir e a hora que acabar o salário da demissão como que vai fazer para comer?”, comenta.

Soares argumenta que é preciso uma unificação do entendimento dos governantes e acredita nessa sensibilização, já que sem o comércio até os servidores públicos podem ficar sem salário.

É proibido o funcionamento de shoppings, bares, lojas de conveniência e academias. Está permitido o atendimento ao público para: mercados, farmácias, lojas de materiais de construção. Restaurantes e padarias poderão trabalhar somente com delivery ou retirada dos alimentos no local.

01 Comentário(s)

SBJDR - 04.04.2020

Quem garante que os empresários garantirão o mínimo de higienização dos funcionários e clientes? Quem garantirá que os empresários vão disponibilizar o tempo todo os materiais básicos de Higienização ( máscaras, álcool em gel , álcool 70? Quem vai garantir esses gastos pelo tempo do surto do coronavirus? A minha opinião é apoiar as medidas e decretos do prefeito e mantendo o funcionamento apenas o que é necessário. Os empresários VÃO MANDAR OS GERENTES ABRIR AS LOJAS SEJA DE QUAL FOR O RAMO DE ATIVIDADES DE ATUAÇÃO, e eles vão ficar em suas casas protegidos do vírus enquanto a classe trabalhadora ficam expostos ao vírus e tudo mais ! Por isso meu caro presidente da CDL em primeiro lugar a Saúde e a Vida! Não tem dinheiro ou economia no mundo que vale mais do que a Saúde e a Vida! Pense nisso !