Exibido em: 04.10.2019
SEM PIRES NAS MÃOS

Botelho: FEX será extinto e Mato Grosso irá lucrar com isso; veja vídeo

Conexão Poder

DA REDAÇÃO

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) afirmou em entrevista ao Conexão Poder que o Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) deve ser extinto no prazo de três anos.

Na avaliação do democrata, a medida deve favorecer Mato Grosso e outros estados exportadores que vivem “de pires nas mãos” ao implorar pelo repasse ao Governo Federal.

Atualmente Mato Grosso aguarda o envio de cerca de R$ 1 bilhão, sendo que deste montante, R$ 500 milhões deveriam ter sido pagos ainda no ano passado.

"A hora que acabar o FEX vai passar para os estados legislarem sobre a cobrança das exportações. Acabando isso, os estados vão ter que criar outra alternativa de cobrar e taxar”, comenta Botelho.

Ainda pelos cálculos do deputado, se o Estado taxasse as exportações do agronegócio em 1% teria muito mais lucro do que da forma atual.

Enquanto a mudança não ocorre, a expectativa do Governo do Estado é que o recurso seja liberado após a aprovação da Reforma da Previdência. Para Botelho, o repasse é tido como certo, devido à cobrança feita pelos senadores e deputados federais.

Segundo o governador Mauro Mendes (DEM), o atraso do recurso levou o Estado a escalonar salários e a liberação do dinheiro será sinônimo de alívio financeiro.

Confira o trecho da entrevista: