Exibido em: 10.02.2020
APOIO DE BOLSONARO

Barbudo sobre pré-candidatos ao Senado: "Vai cair todo mundo do cavalo"

Conexão Poder

DA REDAÇÃO

O deputado federal Nelson Barbudo, que busca acordo com o PSL, sigla que presidia, para migrar para o Aliança e lançar candidatura ao Senado (para eleição suplementar), comentou a ‘briga’ dos pré-candidatos, pelo apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o que na avaliação dele, será uma luta inglória.

“Vai cair todo mundo do cavalo. O Bolsonaro não apoia praticamente ninguém. Ele não vai se meter numa briga dessa e se ele tiver que apoiar, eu acho que sou eu, porque ele vai apoiar quem? O Podemos? O PDT de esquerda? Então está todo mundo falando bobeira”, comentou Barbudo ao avaliar que ele é o único que tem chance de ter apoio do presidente por estarem ingressando na mesma sigla. Ainda assim, Barbudo observa que a maior tendência é que o presidente fique neutro nessa campanha.

Ao Conexão Poder, Barbudo revelou que aguarda por uma reunião como presidente Bolsonaro essa semana e uma reunião com o PSL na terça-feira (11), para definir se irá lançar candidatura. O deputado precisa da liberação do partido para ingressar em outra sigla e disputar por ela, para não cair na infidelidade partidária.

Outro ponto comentado por Barbudo é a incerteza, que paira sobre o Congresso, quanto à realização da eleição, já que o Senado indica que pode não acatar a cassação da senadora Selma Arruda (Podemos).

“É o seguinte: Eu estou muito tranquilo eu não tenho desespero. Eu não vou brigar com ninguém. E quero o seguinte: Se houver a eleição realmente, porque estou vendo umas contradições na questão judicial, porque ouvi falar que essa semana o Senado pode manter a Selma. Então, eu tenho um projeto é de governo e meu projeto não é de poder. Se der certo tudo bem. Se não der certo  vou continuar meu mandato”, concluiu.